ÓLEO LUBRIFICANTE E SUAS DIFERENÇAS

Sabe qual é a especificação do óleo do motor do seu veículo?

Óleos lubrificantes são usados a fim de garantir o bom funcionamento de motores em geral, sem que as máquinas em questão sofram algum tipo de dano. Essas substâncias reduzem o atrito entre as peças, o que acaba aumentando a vida útil de seus componentes.

Para que haja uma manutenção adequada para cada tipo de material e seus componentes, é necessário que os tipos de óleos lubrificantes sejam conhecidos, pois só assim será possível escolher o melhor tipo para diferentes situações.

É também importante saber o tipo de uso do veículo. Usos urbanos com engarrafamentos são considerados de uso severo, com recomendação pelas próprias fabricantes de realizar a troca do óleo antes das revisões programadas. Usos em rodovias, o motor trabalha em um ritmo saudável, considerado uso leve, podendo seguir as recomendações do manual do proprietário.

 

O que é e para que serve o óleo lubrificante?

Os óleos lubrificantes são substâncias depositadas entre duas superfícies, onde pelo menos uma delas é móvel, a fim de criar uma película protetora entre elas, o que acaba reduzindo o atrito.

Um lubrificante tem como seu objetivo principal o aumento da vida útil dos equipamentos. Além disso, ele também otimiza o consumo de combustível do motor e aumenta a capacidade de resposta do maquinário em condições adversas.

A reposição do óleo é uma das partes mais importantes da manutenção de qualquer máquina.

Isso acontece por conta de suas funções, tais como:

  • Lubrificar: esta é a principal função de um óleo lubrificante, pois diminui o desgaste e o atrito que ocorre entre duas superfícies móveis;
  • Vedar: a película criada por um lubrificante tem a função de vedar a passagem dos gases para o carter no momento da expansão;
  • Limpar: quando ocorre uma combustão incompleta do combustível em questão, alguns resíduos carbonosos ficam acumulados no óleo lubrificante, o que mantém as superfícies limpas.
  • Arrefecer: o óleo lubrificante tem a função de diminuir o calor gerado pelo motor;
  • Proteger conta a corrosão e a ferrugem: o lubrificante neutraliza todos os contaminantes resultantes corrosivos da queima de combustível.

Entenda como funciona a viscosidade do óleo lubrificante

A classificação de viscosidade SAE se divide em dois grupos: os monoviscosos (o SAE apresenta apenas um número, como por exemplo “30” ou “10W”) e os multiviscosos (representados por dois números, por exemplo, “10W-30”).

Os multiviscosos são o os mais utilizados no mercado atualmente. Isso porque têm a capacidade de ajuste da viscosidade às diferentes temperaturas operacionais do motor.

O primeiro número, 5W, indica a viscosidade em baixa temperatura que é crítica para a partida do motor. Quanto mais baixo este número, maior será a fluidez do óleo lubrificante em baixa temperatura o que proporcionará maior proteção na partidas à frio, já que essa característica possibilita melhor circulação do óleo fazendo com que este alcance as peças críticas, principalmente as que se encontram na parte superior do motor, mais rapidamente.

Já o segundo número diz respeito a viscosidade em alta temperatura (por exemplo, 30 ou 40) que proporciona a formação de película adequada para uma boa lubrificação com o motor quente.

Em resumo, a multiviscosidade assegura a rápida lubrificação do motor nas partidas a frio, mesmo em temperaturas negativas, e protege o motor a medida em que a temperatura deste aumenta em função do próprio funcionamento.

Cada veículo tem necessidades diferentes quanto a viscosidade, pois cada montadora desenvolve motores específicos, então é importante respeitar a recomendação do fabricante quanto ao óleo lubrificante ideal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atendimento Perto de Você!

Express Baterias Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.

Horário de Atendimento

Segunda a sexta Funciona 24h
Sábado Funciona 24h
Domingo e Feriados Funciona 24h

Desenvolvido por: Brunno Soares